Ecocardiograma sob estresse

  • O ecocardiograma sob estresse farmacológico é um exame de ultrassom do coração, associado ao uso de medicamentos (dobutamina ou dipiridamol), que possibilitam visualizar a contração do coração em repouso e em esforço máximo, semelhante ao atingido durante o exame de esforço realizado em esteira ergométrica ou bicicleta. 

  • Como é feito

  • É infundido através de veia periférica a medicação (dobutamina ou dipiridamol) em doses crescentes, obedecendo a protocolos específicos até que seja atingido a frequência cardíaca submáxima calculada para idade. 

  •  Durante a realização do exame, são verificadas continuamente a pressão arterial, a frequência e o ritmo cardíaco, além dos níveis de oxigênio no sangue; também são realizados eletrocardiogramas em cada estágio.

  • Principais indicações

  • Em casos de suspeita de obstrução das artérias coronárias, responsáveis pela irrigação do músculo do coração (doença arterial coronária).

  • Avaliação de pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica (ponte de safena ou de mamária etc.) ou angioplastia coronária com ou sem colocação de stents.

  • Limitações

  • O exame pode ser inconclusivo quando não se atinge a frequência cardíaca submáxima esperada. 

  • Janela acústica limitada. 

  • Preparo

  • Jejum de 4 horas.

  • Riscos e complicações: 

  • O ecocardiograma sob estresse farmacológico é um método com segurança comprovada em inúmeros centros hospitalares. Alguns efeitos colaterais podem ocorrer, como sensação de formigamento no rosto, náusea, dor de cabeça, dor no peito, elevação da pressão arterial e palpitação. Os efeitos adversos graves são raros. 

Endereço

Rua Cícero Dantas, Nº194, Ponto Central

Feira de Santana - Bahia

Contato

Fone: (75) 3625-9766

Seguir

  • Instagram

©2019 por CLÍNICA ANDRÉ ALMEIDA. Orgulhosamente criado com Wix.com